Chegou ao fim nesse último domingo, 03 de fevereiro, a 6ª edição da Campus Party em São Paulo, o principal evento ligado à tecnologia no país que teve início há 16 anos atrás, na Espanha. A feira teve algumas [poucas] mudanças em relação aos anos anteriores, mas não agradou muito seus participantes.

Os problemas começaram na venda de ingressos. Foram disponibilizados 8.000 ingressos. Muitos reclamaram dos preços altos dos ingressos; em 2012, [ingresso e barraca saiam por R$ 180, enquanto em 2013, a mesma estrutura custava R$ 450. “Trabalhamos duro para migrar nossos sites para um ambiente seguro, estável, escalável e que proporcione tranquilidade para toda nossa comunidade campuseira”, informou no ano passado Mario Teza, diretor da Futura Networks, empresa que organiza a Campus Party. Tudo isso gerou um ataque ao site da Campus Party como forma de protesto aos preços definidos. O segundo problema veio com as palestras e temas escolhidos para a feira. Tirando a keynote do Buzz Aldrin e mais uma meia dúzia de keynotes legais [mas com muitas cadeiras vazias], os conteúdos foram batidos, além do que, muitos nomes foram repetidos da feira no ano anterior. As palestras não foram ruins, mas quem marcou presença nas edições anteriores, achou tudo sem sentido.

Um dos pontos positivos da Campus Party foi a aquisição de alimentos, relativamente mais barata que nos anos anteriores. Os campuseiros também tinham a opção de comprar pacotes fechados de alimentação para todos os dias da feira, ainda existiam os restaurantes que vendiam lanches, marmitex ou self-service, e, claro os microondas para esquentar comida congelada/enlatada [além dos brindes e lanches dados pelas empresas].

A Campus Party não trouxe grandes inovações nem superou as edições anteriores. Apenas aconteceu. E infelizmente pode perder a relevância nas proximas edições caso não diminua o preço dos ingressos e as atrações convidadas. Já foram confirmadas a edição 2014 em São Paulo e, agora, uma edição no Rio de Janeiro [com a ajuda de Eike Batista], além da, claro, 2ª edição da Campus Party aqui em Recife. Nós da Idealizza estaremos lá novamente e esperamos que seja tão boa quando a edição 2012 e infinitamente melhor que a edição 2013 em São Paulo. Nos vemos lá.

Fonte: Gizmodo

Tags: , , , , , ,


Deixe um Comentario