Foram muitos os mockups e PlayStations imaginários. A Sony não chegou a mostrar o visual do console, pois, como Shushei Yoshida, presidente dos Worldwide Studios mesmo disse, “o console é apenas uma caixa”. Durante as duas horas de apresentação no evento realizado no último dia 20, a Sony revelou tudo que virá no novo console: chips personalizados da AMD, RAM ultra rápida e um controle cheio de recursos.

Comecemos pelo console. O novo PlayStation terá uma CPU de 8 núcleos com arquitetura 86X e 8 GB de memória RAM DDR5, muito mais do que o suficiente para até mesmo os jogos mais exigentes da atual geração. Ter bastante RAM é sempre uma vantagem, principalmente se os desenvolvedores conseguirem utilizar todo esse potencial. A mídia continua sendo o Blu-Ray. A placa gráfica terá 1,84 teraflops, que conseguem renderizar imagens superrealistas de pessoas em tempo real – como este senhor aí embaixo, visto no demo da Quantic Dream. A conexão continua HDMI. Ou seja: nada de 4K. Mas Sushei disse que o PS4 vai ter suporte à resolução 4K omente para vídeos que tiverem sido produzidos assim – e não para jogos.

quantic dream

No entanto, vale notar que o PS4 não é compatível com os jogos do PS3 ou anteriores, provavelmente devido à mudança para a arquitetura x86 – o novo console só rodará jogos antigos através do PlayStation Cloud. A Sony ainda não revela como ele vai funcionar, mas para usá-lo – ou seja, para jogar games do PS1, PS2 ou PS3 – você precisaria de uma boa conexão à internet. O console tem entrada Ethernet e suporte a Wi-Fi b/g/n para tanto.

Muito foi falado sobre o PlayStation ser um “console social”. Uma máquina de jogos para você curtir com os amigos, compartilhar momentos e dividir experiências. O botão de share no lugar do select é o exemplo mais claro disso, mas outras novidades revelam o quão pesado a empresa japonesa está pegando no lado social dos games. A mais importante novidade é a possibilidade de criar e compartilhar vídeos de sua jogatina ao vivo com o simples toque de um botão, sem precisar passar pela sofrida tarefa de comprar uma placa de captura, configurá-la e preparar um canal de streaming que quase sempre dá mais dor de cabeça do que satisfação. Call of Duty: Black Ops II mostrou como isso é importante já na geração atual, permitindo que vídeos das partidas possam ser enviados diretamente para o YouTube. O PS4 vai permitir que você faça isso com qualquer um de seus jogos.

O controle, porém, foi a principal novidade do evento. As diferenças entre ou novo DualShock e o DualShock 3 estão no painel de toque frontal, bastante parecido com o painel de toque traseiro do Vita, em um botão “Share”, para compartilhar vídeos, telinhas e outras coisas com seus amigos, e uma traseira luminosa que deve funcionar como a bolinha colorida do PlayStation Move. Com o uso de uma câmera, o PS4 poderá identificar os controles no espaço, então podemos imaginar mecânicas de movimento rolando com o novo DualShock 4.  

A previsão de lançamento do novo PlayStation é no final de 2013. A Sony disse que pretende lançar o console no Brasil junto com o resto do mundo. Enquanto ele não chega, você fica com as novas imagens da Unreal Engine 4  e com a demonstração de Killzone: Shadow Fall feita durante o evento. Se esse for mesmo o gameplay real, então ele é absolutamente fenomenal: os efeitos de iluminação, chamas, brilho e sombras são melhores do que qualquer jogo atual de console. O futuro chegou.

-

Fonte: Gizmodo/Tecmundo/Kotaku

Tags: , , , , , , ,


Deixe um Comentario