Começou com um anúncio de um óculos de realidade aumentada chamado de “Project Glass”. Parecia uma idéia longe de se tornar real e o próprio Google admitiu que ele não seria tão incrível assim. Isso foi no começo de 2012 e muito se especulou sobre o futuro aparelho tecnológico da gigante de Mountain View.

Hoje já sabemos o que é o Google Glass e como ele funciona. No meio de 2012 o Google mostrou o aparelho durante o Google I/O 2012 numa apresentação incrível que misturava saltos de paraquedistas, pessoas fazendo rapel e pulando de bicicleta de um lado para o outro. O aparelho é realmente incrível, mas como relógios, pulseiras e óculos inteligentes mudarão nossa vida no futuro? (more…)

samsung S4A Samsung apresentou na noite da última quinta-feira, 14 de março, a nova geração da sua linha de smartphones, o Galaxy S4. O aparelho que deve chegar às lojas no final de abril [inclusive aqui no Brasil], veio com poucas inovações, mas trouxe poder à marca, o que deve acirrar mais ainda a batalha pela hegemonia do mercado [leia-se Apple x Samsung]. Mas vamos falar  um pouco do novo Galaxy.

Falando em Apple e na sua tela Retina, o novo Galaxy tem tela Super AMOLED de 5 polegadas com resolução Full HD, e densidade de pixels de 441 ppi. O resultado é uma belíssima tela que permite novas funções bem bacanas, além de uma sensibilidade maior do aparelho. Já em se tratando de processador, teremos duas versões: uma com Exynos octa-core, de 1,6 GHz, e outra com Snapdragon S4 Pro quad-core de 1,9 GHz. Alguns países vão receber o Exynos e outros o Snapdragon. (more…)

A mudança de comportamento desde o último conclave.

Via NBC News

Chegou ao fim nesse último domingo, 03 de fevereiro, a 6ª edição da Campus Party em São Paulo, o principal evento ligado à tecnologia no país que teve início há 16 anos atrás, na Espanha. A feira teve algumas [poucas] mudanças em relação aos anos anteriores, mas não agradou muito seus participantes.

(more…)

Aconteceu entre os dias 08 e 11 de janeiro a CES 2013 [Consumer Electronics Show], maior feira de eletrônicos do mundo, onde mais de 3 mil expositores apresentaram ao mundo seus inovadores projetos tecnológicos. E quando falamos em tecnologia, queremos dizer que tem para todos os gostos: de pavilhões lotados de TVs de alta definição a gadgets de dar inveja a Gene Roddenberry, a carros com tecnologias antes apenas imaginadas nos filmes mais criativos do James Bond. Resumindo: é o lugar dos sonhos para qualquer nerd aficcionado por tecnologia.

(more…)

O dia é 06 de agosto de 2012. Um dia memorável, pois pousamos um “caminhão” em Marte.

Não, esse não é o começo de uma obra de ficção científica. Nós realmente pousamos uma pequena nave em Marte. E nessa mesma data, um homem correu 100m em 9,63 segundos. Que época essa em que nós vivemos, não?

Àqueles que não estão entendendo nada, estamos falando da Curiosity, o robô de quase 3 metros de altura que a NASA conseguiu pousar com sucesso em Marte na madrugada [horário de Brasília] do dia 06 de agosto de 2012. Foi um dia histórico para a humanidade que sempre quis explorar o tão misterioso planeta vermelho. A Curiosity é resultado de anos de pesquisa, muitas falhas e muitos acertos da NASA e um investimento de mais de US$2,5 bilhões. Mas do que é feita essa tal de Curiosity?

Oi, eu sou a Curiosity.

Vamos começar pelo hardware. A Curiosity tem dois computadores chamados RCE [Rover Compute Element] e cada um deles tem um processador RAD750 com 200 MHz, capaz de processar 400 milhões de instruções por segundo; 256 MB de memória RAM e 2 GB de memória Flash. Ela tem dois para que, caso um deles tenha problemas, o outro tome o lugar. Todos os equipamentos são protegidos contra radiação, algo essencial para o bom funcionamento de um computador no espaço. A captura das fotos é feita por 12 câmeras no total, todas espalhadas nos mais variados ângulos. Existem duas principais, chamadas MastCam, que estão localizadas proeminentemente no robô. Ambas têm capacidade para gravar vídeos de até 720p com 10 fps [veja o video da descida da Curiosity e entenda como foi nessa animação em HTML4 feita pela NASA] e capturar imagens estáticas com 1600 x 1200 pixels de resolução. Outra delas é a HazCam, responsáveis por detectar possíveis problemas de navegação na superfície.

Principais cameras da Curiosity


A HazCam já captou algumas fotos em preto-e-branco e enviou para a Terra. Alimentando esse hardware todo, a Curisosity tem um reator nuclear criado pela Boeing (sim, a dos aviões) e que tira sua energia da conversão de calor criada por um isótopo de plutônio-238. Esse reator é capaz de gerar 2,5 quilowatt-hora, mais que o suficiente para a Rover operar. Fora isso, a Curiosity também tem um verdadeiro laboratório capaz de analisar solo, umidade, temperatura e outras informações, além de três antenas UHF responsáveis pela transmissão e recebimento das informações. Isso tudo, faz da Curiosity um robô bem gordinho: 1T de em equipamentos rondando o planetinha vermelho. Para quem quer saber mais sobre os softwares, aqui está uma apresentação em PDF na qual a NASA detalha os códigos e os testes feitos para que nada saia errado.

Primeira imagem colorida enviada pela Curiosity.

Desde a sua chegada, a Curiosity tem enviado fotos e dados para a Terra. Algumas pessoas tem se perguntado porque as primeiras fotos chegaram tão ruins à Terra. A questão é que as lentes das câmeras tinham proteção contra poeira, que, apesar de transparentes [coisas da NASA...], não ajudam muito quando o assunto é nitidez. A qualidade das fotos melhorou quando os protetores foram removidos e hoje já temos fotos de qualidade tiradas pela Curiosity, e teremos mais algumas excelentes pois a nave possui nada mais nada menos que 12 cameras, algumas com capacidade de tirar fotos em 3D. Se você quiser mais detalhes sobre os equipamentos da Curiosity e o que eles farão por lá, o pessoal do IG criou um infográfico bem bacana explicando tudo direitinho. Há alguns dias atrás, um cientista da NASA anunciou uma descoberta “digna de entrar nos livros de história”, mas o que é de fato essa descoberta, só saberemos depois da NASA realizar estudos, o que pode levar meses. Bom, depois de reproduzir a voz humana em Marte, a navezinha agora se prepara para ser escolhido como “personalidade do ano” pela revista Times. Nada mais justo.

Clique na imagem para ver em HD o panorama em 360º

“Este é um triunfo sem precedentes”, disse o presidente dos EUA, Barack Obama, em comunicado oficial, quando do pouco da nave no planeta vermelho. Sim, é realmente excitante pensar que um equipamento construído pela humanidade encontra-se agora há mais de 250 milhões de Kms de distância da Terra. E aí lembramos também que “encontramos” uma partícula cuja função é crucial na formação do Universo, ou que um sul-africano nadou 100 metros na modalidade peito em 58 segundos.

É… essa é realmente uma época fantástica em que nós vivemos.

-

Fontes: Tecnoblog/CNET

Maio de 2010: após 30 anos de rivalidade, a Apple supera a Microsoft pelo critério de valor de mercado e se torna a empresa de tecnologia mais valiosa do mundo. A concorrência que foi motivo de piada há três décadas, teve uma reviravolta que o Bill Gates com certeza não previu.

Outubro de 2012: na semana em que completou 14 anos, as ações do Google sobem 0,7% levando o valor da empresa a US$ 249,2 bi, o que coloca o gigante de buscas como a segunda maior empresa de tecnologia do mundo, logo atrás da Apple, apesar de que o valor da empresa da Maçã [US$ 632,9 bi] ser duas vezes maior que o do Google.

googlevsmicrosoft


O principal motivo que levou a Apple a se tornar mais valiosa que a Microsoft há alguns anos, foi a revolução causada na última década com o lançamento de dispositivos móveis como o iPod, iPhone e iPad, enquanto a Microsoft enfrentou uma [quase] estagnação em seus produtos [temos o Xbox e?], apesar de ainda dominar totalmente o mercado de computadores e sistemas operacionais para PCs. Com relação ao Google, as duas empresas tem competido em vários segmentos – a Microsoft lançou seu próprio mecanismo de busca [o Bing], enquanto o Google atacou com o Android e o Google Chrome [hoje, o navegador mais aprovado pela maioria dos usuários]. E ainda espera-se que o Google passe a dominar em breve o mercado de anúncios em computadores, substituindo o Facebook, maior plataforma de anúncios online atualmente.


Enquanto a Apple investe em tecnologia, em design e em novos equipamentos [apesar de que a quantidade de Macs vendidos não chega a 10% dos PCs vendidos no mundo], a Microsoft enfrenta problemas relacionados à sua posição no mercado além dos problemas com a pirataria de seus softwares. Acionistas já duvidam que a empresa possa fugir da sua dependência do Office e do Windows e encontrar um novo mercado para se inserir ganhando, assim, mais força. Mas a MS tem sentido essa pressão e tem investido forte para mudar esse quadro. O novo sistema operacional Windows 8 tem aos poucos agradado e a empresa começa e investir em novas tecnologias, vide sua recente inserção no mercado de tablets com o Surface.

A disputa é boa e ainda tem muita água pra rolar. E nós, apaixonados, só temos a ganhar com isso.

Mensalmente realizamos um evento na sede da Idealizza chamado ESC [Evolua Seu Conhecimento]. O evento serve para que possamos compartilhar dos conhecimentos na área de TI entre os profissionais da área e entre qualquer interessado em aprender mais sobre tecnologia. No dia 08 de agosto de 2012 nós tivemos a edição nº V do Esc e ficamos devendo um post sobre o evento. O tema da vez foi Testes Unitários com CakePHP. A automação de testes possui dois tipos deles: os testes gravados e os programados. Os testes unitários (unit tests) são códigos programados para testar o código principal, utilizando dados de teste para analisar o comportamento e retorno do código testado.

Durante o ESC, apresentado por Diogo Barros, diretor de operações da Idealizza, também foi realizada prática em Dojo, onde todos os desenvolvedores participaram, escrevendo testes unitários para um sistema codificado com o CakePHP. Vimos que o framework utilizado por baixo do CakePHP para testes é o PHPUnit, que, por sua vez, tem a função de prover um cenário ideal para realização de testes unitários, oferecendo um poderoso conjunto de recursos que irão garantir que o código fará o que realmente é esperado.

Em conjunto, desenvolvemos testes unitários para modelos, views e controladores do framework MVC, todos estes utilizados em nossos sistemas. Assim, percebemos que a utilização de testes unitários no processo de desenvolvimento dos sistemas é bastante vantajosa, pois, além da garantia de que o código está funcionando da forma esperada, acelera o processo de testes, identifica precisamente os erros e é facilmente adaptável às novas mudanças que possam surgir no código. Para mais detalhes de testes unitários com o CakePHP Test, você pode clicar aqui.

Lembra que nós contamos aqui sobre a nova parceria da Idealizza com o teeNOW, aquela loja de camisetas [y otras cositas más!] online que tava chegando pra revolucionar o mercado? Pois finalmente o teeNOW [na última segunda, 17/09] estreou e não poderia ter sido melhor. As ilustrações estão sensacionais e as camisetas já estão bombando por aí.

A estampa a estrear as vendas foi animal; uma mistura de dois universos, pop arte e revolução artística. Um R2-D2 diferente figurou na primeira estampa do tema Tecnologia e deu o que falar lá no Gizmodo. No segundo dia foi a vez do Futebol, e o pessoal do Trivela escolheu uma estampa que sintetizava todo o amor do torcedor pelo seu time; aquele torcedor que acompanha seu time onde ele estiver. Na quarta, os gamers piraram com a estampa do Metroid. A ilustração ficou tão bacana que terminou sendo a mais vendida da semana [e voltou no final de semana por isso]. Animal mesmo. Na quinta-feira os carros dominaram o teeNOW e o fusquinha mais adorado de todos os tempos acabou aparecendo por lá. Herbie foi a estampa escolhida pelo pessoal do Jalopnik, e só de ler os comentários do pessoal lá no site, já dá pra ver o sucesso que fez. Pra fechar a semana, as meninas estiveram muito bem representadas com uma estampa do maior sucesso pop das últimas semanas: Psy, o LMFAO coreano e autor do hit “Gangnam Style” foi o escolhido pelas meninas do Jezebel.

O teeNOW é isso aí: todo dia um tema diferente, uma estampa nova pra você ter sempre o melhor dos nossos ilustradores. E outra coisa bem legal do teeNOW, é que você poderá comprar seus produtos e guardá-los numa gaveta virtual (à salvo!). Para que? Pra poder continuar comprando outros dias e só enviar quando der na telha. Assim você economiza bastante no frete! E você ilustrador, pode continuar enviando quantas artes quiser que ela será muito bem tratada por lá. Ah, mas não sabe como funciona o teeNOW e seu sistema de “aluguel de artes”? Então se cadastra lá no site que tá tudo bem explicadinho pra vocês. Então é isso. Agora que você terminou de ler esse post, pode correr lá pro teeNOW pra comprar sua camiseta nova. Mas vê se não demora muito, afinal acaba rapidinho!

Está chegando mais uma semana de grande expectativa no mundo da tecnologia, principalmente para os Applemaníacos. Há 5 anos atrás, a Apple revolucionava o mercado de celulares no mundo. Um ano depois, veio o iPhone 3G. Após esse lançamento, virou “rotina” termos um evento anual da Apple para lançamento de novos modelos de iPhones, ou alguns updates dos modelos anteriores [o mesmo tem acontecido com o iPad]. Em 2009, foi o 3Gs; 2010, o polêmico iPhone 4; e, ano passado, o update do iPhone 4, a nova versão 4S.

Esta semana, teremos o anúncio do tão esperado iPhone 5.

Nos meses que antecedem o anúncio, uma infinidade de modelos e rumores surgem na internet. Em geral são mockups de designers e afixionados por tecnologia de como eles acham que parecerá o novo modelo, adicionando, claro, as supostas atualizações. Nunca ninguém acertou em cheio, mas sempre batem na trave. Ao que tudo indica, o novo iPhone deve ser bastante parecido com seu antecessor, o iPhone 4S. Mas, ainda assim, algumas novidades devem chamar a atenção.

Entre todas apostas e vídeos atuais, esta da foto acima parece ser a mais próxima do que pode acontecer. Seguindo uma tendência de mercado, o iPhone 5 deve trazer uma tela maior; provavelmente algo em torno de 4,7 polegadas widescreen. Mas há quem acredite em uma total reformulação do aparelho – seja com uma tela transparente ou uma segunda tela embutida. Também se especula quanto ao visual, sem a parte traseira preta, dessa vez apostando num cinza escuro. Apesar de maior, o iPhone 5 deve ser mais fino que seus antecessores. Muito provavelmente, ele também trará uma nova entrada usada para conectar o carregador e outros equipamentos. No lugar do tradicional plug usado em iPods, iPhones e iPads desde 2003, o iPhone 5 deve inaugurar um plug menor. Além disso, a saída para os fones de ouvido agora deve vir na parte inferior, onde haverá dois autofalantes maiores e mais potentes do que os anteriores. Por falar em som, disseram por aí que os fones também serão totalmente reformulados.

Bom, mas tudo isso são apenas rumores… ainda que com algum fundamento, rumores. A certeza virá quando, provavelmente, na quarta-feira, dia 12 de setembro de 2012, Tim Cook anunciar o lançamento oficial do iPhone 5. Vamos esperar. Apesar dos preços exorbitantes dos produtos da Apple praticados no Brasil, nós, “viciados” é que saímos ganhando. Afinal, já viram macaco negar banana?!