Finalmente uma Amazon para chamar de nossa. Entrou no ar na madrugada do último dia 06, a loja nacional da Amazon, a maior livraria virtual do planeta, ainda que dispondo apenas do seu leitor de eBooks, o Kindle [sem pronta entrega, por R$ 299] e de um vasto catálogo de eBooks. E, pouco depois da Amazon desembarcar por aqui, o Google Play expandiu seu catálogo adicionando livros e filmes à sua lojinha brasileira. É um marco histórico no comércio eletrônico nacional. As coisa nunca mais vão ser as mesmas por aqui.

(more…)

Um anúncio feito no dia 30 de outubro, deixou o mundo do nerd/geek em polvorosa: a Disney [é, a empresa do Mickey e Pato Donald] comprou a Lucasfilm, empresa de George Lucas, por US$ 4,05 bilhões. As negociações seguiam em sigilo até agora e o primeiro projeto anunciado foi [respirem] Star Wars – Episódio VII para 2015. Isso foi o suficiente para fazer a internet entrar em parafuso nos últimos dias.

mashup star wars x disney com george lucas

Muitos filmes da saga continuarão sendo lançados nos anos subsequentes, segundo o comunicado enviado à imprensa. “Esta transação combina um portfólio mundial que inclui Star Wars, uma das maiores famílias de franquias de entretenimento de todos os tempos, a única e sem paralelos para criatividade Disney através de múltiplas plataformas, negócios e mercados para gerar crescimento sustentável e trazendo significativo valor a longo prazo”, disse Robert A. Iger, CEO da Disney no comunicado. Já Lucas falou em passar o bastão: “É hora de eu passar Star Wars para uma nova geração de cineastas. Sempre achei que SW viveria além de mim, e eu penso que é importante montar a transição enquanto eu estou vivo. O alcance da Disney vai dar à Lucasfilm a oportunidade de trilhar novos caminhos em cinema, TV, produtos interativos, parques temáticos, produtos ao vivo e outros direitos ao consumidor”.

assinatura contrato venda lucasfilm para disney

Nos últimos anos a Disney se tornou uma verdadeira potência pop. Após adquirir a Pixar [sua antiga parceira e hoje maior força criativa na Disney e em Hollywood], ela ainda comprou a Marvel [Studios e a editora], os Muppets, a rede de TV ABC e, agora, a Lucasfilm, que traz à tiracolo a franquia Star Wars, Indiana Jones, além da empresa de efeitos especiais Industrial Light & Magic e tudo o que Lucas ajudou a criar, o que envolve tecnologias diversas, bilheterias e faturamento com merchandising. É um catálogo de peso que coloca a Disney a frente da maioria dos estúdios de cinema e empresas do gênero.

lucas mickey star warsOs nerds estão assustados com essa mudança. A maior preocupação é o que pode acontecer a partir de agora com a franquia Star Wars e seus derivados. Vale lembrar que a Disney, apesar de dona da Marvel e da Pixar, permitiu que os estúdios mantivessem a liberdade criativa sem meter o “bedelho”. Lucas continuará como consultor criativo, o que talvez seja uma boa notícia, já que ele dirigiu os últimos três filmes da franquia com pulso de ferro e irritou os fãs ao fazer alterações desnecessárias em todos os filmes para relançá-los em DVD /Blu-Ray no último ano. E dá gosto saber que boa parte do dinheiro que toda a devoção dos fãs gerou a George Lucas, será aplicado em caridade e educação. É um atitude honrada de um dos maiores mestres da nerdice que o mundo já viu.

A Força é forte nele, afinal.